20 fevereiro 2011

Tirinha existencial

11 comentários:

  1. Se algum dia eu pensasse em me matar, provavelmente faria como o neguinho da tirinha. Primeiro, descarregaria as balas do revólver!

    ResponderExcluir
  2. ninguem descarregou bala nenhuma aí!

    ResponderExcluir
  3. O cumulo da covardia, querer facilitar as coisas com um suicídio e nem coragem pra carregar a arma o bonequinho teve haha. Menos mau, esse é meu bonequinho preferido do blog.

    ResponderExcluir
  4. (meus achismos sobre suicidios)

    Eu acho que tentar suicídio não é querer facilitar as coisas. Nada indica que "do outro lado" é mais fácil, nem mais difícil. Aliás, sequer é possível saber se existe um "outro lado".

    Suicídio é um tema que sacode intensamente as pessoas, provocando-lhes muito frequentemente forte indignação. Existem várias versões morais para condenação do suicídio.

    Diferente da maioria das pessoas, eu não considero o suicídio perverso de maneira nenhuma para o suicida. Mas não posso dizer o mesmo para as pessoas ligadas ao suicida que permanecem vivas.

    Aparentemente contraditório, eu não acho que atitude suicida indica covardia, e ao mesmo tempo também não acho que indica coragem.

    ResponderExcluir
  5. Está lá no monólogo de Hamlet:

    "A consciência nos faz covardes a todos" (aos que permanecemos vivos, ele se refere).

    ResponderExcluir
  6. aparentemente? kkkkk

    ResponderExcluir
  7. Esse suicida merece é uma surra! kkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Pesquisem Alan Turing, um dos homens mais inteligentes do século XX.
    Lauro Adolfo

    ResponderExcluir
  9. Mas será que A. Turing cometeu mesmo suicidio?

    Quer dizer, afora o detalhe assombroso do conceito de algorítmo e de todo rudimento necessário para a teoria computacional, desenvolvido por ele, pelo menos na morte talvez ele possa ter sido como as pessoas normais, que não provocam a sua própria morte. Há debate sobre se ele morreu por envenemaneto acidental ou provocado.

    E mais, mesmo que o envenenamento tenha sido inteiramente proposital, talvez tenha sido por ser considerado criminoso pelo crime de... homossexualismo. Êta década de 50!

    ResponderExcluir
  10. Nem me lembre em teoria da computação que me dá sono. Aliás recomendo pra quem tem problemas com insônia, comigo funcionava, belas tardes de estudo profundo.

    ResponderExcluir